SABORLATINO
Convite à Dança e Música
06 de Novembro de 2007


danço minha dança alheio aos
curiosos espelhos retorcidos
no fluir do sangue por veias

transgrido além do reflexo
adolescendo alma versejadora
dada à emoção que incendeia

danço meus passos como monge
descalço, sem camisa, sem totem
deixo escorrer devagar a seiva
de mais um ano ido e profundo
bailarino com olhar umedecido
deixo meu pensamento ir longe
adiante das estrofes de ontem
isento das rudezas do mundo
muito além da dança das horas
sem penar o que deixei de ser,
satisfeito pelo que tenho sido
e contente pelo que sou agora.

António Miranda Fernandes

publicado por maripossa às 18:10 link do post
23 de Outubro de 2007


Não te amo como se fosses a rosa de sal, topázio
Ou flechas de cravos que propagam o fogo:
Te amo como se amam certas coisas obscuras,
Secretamente, entre a sombra e a alma.
Te amo como a planta que não floresce e leva
Dentro de si, oculta, a luz daquelas flores,
E graças a teu amor vive escuro em meu corpo
O apertado aroma que ascendeu da terra.
Te amo sem saber como, nem quando, nem onde,
Te amo assim diretamente sem problemas nem orgulho:
Assim te amo porque não sei amar de outra maneira,
Senão assim deste modo que não sou nem és,
Tão perto que tua mão sobre o meu peito é minha,
Tão perto que se fecham teus olhos com meu sonho.
Antes de amar-te, amor, nada era meu:
Vacilei pelas ruas e as coisas.
Nada contava nem tinha nome.
O mundo era do ar que esperava
E conheci salões cinzentos,
Túneis habitados pela lua,
Hangares cruéis que se dependiam,
Perguntas que insistiam na areia.
Tudo estava vazio, morto e mudo.
Caído, abandonado, decaído,
Tudo era inalianavelmente alheio.
Tudo era dos outros e de ninguém,
Até que tua beleza e tua pobreza
De dádivas encheram o outono

 

Pablo Neruda

 


publicado por maripossa às 19:05 link do post
05 de Outubro de 2007

Parte em busca dos teus sonhos
pelo caminho que sempre esteve aí
à tua espera e os espinhos não mais
serão doridos. Caminharás no rumo
dos sonhos que há muito aguardam
enquanto perdido estavas andando
por veredas que não eram as tuas
e por isso os teus pés foram feridos.

Sobe ao cimo da montanha do centro
do mundo, e uma vez lá canta e dança,
e sorri de alegria declamando versos.

Sorve a excitação intelectual e física
sente que teu cantar e dançar fazem
parte da harmonia feliz do universo.

 

Poesia "Antonio Miranda Fernandes"

 

publicado por maripossa às 20:01 link do post
Fevereiro 2011
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
Posts mais comentados
6 comentários
4 comentários
2 comentários
mais sobre mim
pesquisar neste blog
 
tags

actores

actores ivone silva

agradecimento_nomeação

amália

amigas

amigos

amigo_música_verdade

amizade

amor e dança

aniversário

aniversario

aniversário_27_01_2009- dois anos

aprender dançar

artistas portugueses

bailarinos

banda desenhada

bolero_da_nossa_vida

bombeiros

canções da nossa vida

cantores

cantores franceses

cantores italianos

cantores latinos

cantores portugueses

cantores-italianos

cantores_brasileiros

carlos paredes-verdes anos

carnaval 2008

cinema_da_nossa vida

circo

compositor

conselhos

contos de natal

conversas

criança

dança

dança e saúde

dança flamenco

dança latina

dança merengue

dança no gelo

dança passo doble

dança quicksetep

dança salsa

dança-roda-de-casino

dança-soltinho

dançar

dançar_tango_aprender

danças africanas

danças tradicionais

dança_fim semana

dança_fim_de_semana

dança_latinas

dança_latinas_desporto

dança_musical_paixão

dança_praça

dança_programa_tv

dança_recordação_amizade

dança_salsa_beleza_movimento

dança_samba

dança_slow fox

dança_tango

dança_tango_paixão

datas

datas comemorativas

datas trágicas

dia mundial da dança

elvis presley_data de sua morte

esclarecer

escritores portuguêses

fábula

factos da vida

fado

filmes da minha vida

frase da noite

frases

frases de vida

instrumentos musicais

meus poemas

mulheres famosas

música

musica

música brasileira

música latina

música portuguesa

músicas_da_vida

musica_da_ vida

música_italiana

músicos internacionais

natal 2007

passagens da vida

pensamentos

poemas

poemas_meus

poesia brasileira

poesia diversa

poesia portuguesa

prossa

rios

tango

todas as tags

últ. comentários
Olá,adorei o video e a sua descrição! mas eu queri...
Ola boa tarde Nuno..... Também foi com surpresa qu...
Olá, Lisa!Não estejas preocupada, amiga...eu enten...
Amiga Tina. Como se diz mais vale tarde que nunca?...
Ola querida amiga. Desculpa de só agora responder....
Boa noite Nuno Guimarães. Fiquei surpreendida com ...
Aprecio muito a música do saudoso Tony de Matos e ...
Boa tarde,Foi com surpresa que li o texto sobre o ...
Olá Lisa!Lindo este poema que trouxeste sobre bail...
Amiga LILisa AMEI O POEMA
blogs SAPO